terça-feira, 23 de junho de 2009


"Não adianta. Tudo isso eu vivi sozinha. Você quer fazer parte dessa história mais do que te pertence. Mas não adianta. Cada suspiro eu vivi por mim, e valeu apena. Foram todos momentos que desejei, sonhei e se concretizaram. Só eu sei o que realmente aconteceu. Só eu senti as dores e os prazeres desse sobro de brisa quente nos cabelos. Por mais que você invente possibilidades, histórias, imagine como foi cada minuto e tente roubar minha memória, aquela moça linda que encantou a minha vida só pode ser vista através dos meus olhos. Você pode até conhecê-la, criar na sua cabeça os devaneios que tivemos, tentar vive-los com ela, mas não vai conseguir. Tudo foi único e exclusivamente feito naquele momento que não existe mais. Sim, ela é a ex-namorada, aquela a quem você teme e se pergunta: Será? Será que ela volta? É por causa dela que as noites de boemia não são mais tão bonitas para você, afinal, o que acontecerá se estas noites de devaneio, de cerejas na praia, de suspiros latinos voltarem?
Hoje eu tive vontade de rir. O melhor é saber que sim, ela vive dentro de mim e ninguém nunca poderá apagar o que passou. Felizmente, você ainda não tem o poder de apagar a minha memória."
"Diário da Nova Era", Jamie Flavour

4 comentários:

disse...

Ai bonita, que lindo? De quem é? O que vc tem lido? saudades, bjocas

Júlia disse...

essa mulher é realmente incrível, num é pics!

gu disse...

voltou?

Juliana Dantas disse...

o fantasma chamado passado...